AÇÕES DE EXTENSÃO
ODONTOLOGIA COMO PRÁTICA SOCIAL E DE SAÚDE DO IDOSO

Ano

2018

Objetivo

• Compreender a realidade de vida de populações institucionalizadas de curta e longa permanência e seus hábitos de saúde, permitindo a visão do ser humano em sua integração biopsicossocial. • Investigar como o contexto sócio-econômico-cultural e familiar, tem dimensão simbólica e influenciam na concepção do processo saúde-doença, nas formas de adoecimento e na escolha dos tratamentos em saúde; • Vivenciar a Odontologia como prática social e debater a sua importância e complexidade como profissional de saúde na comunidade. • Reconhecer a educação para saúde como essencial à prática do odontólogo e no processo de transformação dos indivíduos e da sociedade. • Conhecer as bases sócio-culturais do comportamento humano, os mecanismos da motivação e comunicação humana, as bases das relações humanas e as estratégias para a realização das dinâmicas de grupos buscando facilitar a comunicação paciente-profissional.

Análise

Ao ingressar na universidade, o estudante já traz consigo um sentido e uma concepção de saúde e doença emergida da sociedade em que vive, do pensar e do fazer cotidiano. Ao longo do curso, na medida em que adquire novos conhecimentos e experiências, presume-se que tais pensamentos e valores vão progressivamente se modificando. Neste contexto, a formação profissional possivelmente desempenha importante papel na representação social dos estudantes, que é o conjunto de valores, ideias e conceitos que se formam num grupo de indivíduos, tendo influência significativa na conduta das pessoas. Diversos autores têm destacado a forte tendência tecnicista nos currículos de odontologia, reduzindo a capacidade dos profissionais de enfrentar os problemas sociais e de criticar suas próprias práticas. Estas, por sua vez, têm estado muito distantes das necessidades da população sobre seus cuidados, não demonstrando sensibilidade social. Deste modo, a disciplinas de Ciências em Saúde têm procurado se integrar em atividades voltadas para a comunidade, visando à manutenção da saúde e ao bem-estar da população, e não apenas enfatizando a cura e a reabilitação. Assim, essa ação justifica-se por oportunizar ao discente de Odontologia, logo no primeiro semestre de curso, vivenciar a realidade social frente aos problemas de saúde bucal da população Idosa.

Ações

As atividades foram desenvolvidas nas dependências da Instituição de curta permanência Centro Dia do Idoso “Orlando Denardi” e da Instituição de longa permanência Asilo Nossa Senhora do patrocínio, com o intuito de avaliar os conhecimentos e perspectivas da população de Idosos em relação aos conceitos de saúde geral e bucal além da compreensão da realidade de vida desta população. A avaliação foi realizada por meio de questionários elaborados pelos alunos de acordo com o perfil da instituição. Após a coleta de dados os alunos desenvolveram atividades educativo-preventivas e cultural-lazer com a finalidade de orientar e melhorar as condições de saúde bucal e qualidade de vida dos frequentadores destas instituições sociais. Visita 1 - Entrevista com o responsável pela Instituição e com os profissionais que atuam na Instituição (Conhecimento da história da instituição, da infraestrutura de lazer, saúde, atividades diárias, características dos indivíduos). Visita 2 - Entrevista com os idosos da instituição (Bate-papo sobre a saúde geral e bucal, suas práticas diárias, convívio familiar e social). Visita 3 - Atividade educativa e preventiva - Saúde geral e bucal (Atividade prática: instruções de higiene oral e de próteses). Visita 4 - Atividade cultura e/ou lazer (Atividade prática que proporcionou momentos de socialização e descontração entre os idosos.

Dados gerais

Professores envolvidos

Alunos envolvidos

Central de atendimento Central de Atendimento - FHO
Precisa de ajuda? Fale com um atendente

Fundação Hermínio Ometto

Av. Dr. Maximiliano Baruto, 500

Jd. Universitário | Araras - SP

CEP: 13607-339

Clima em Araras

Sb
24°C
14°C
Chuva: 90% (20 mm)
Menu Acessibilidade